Festival de Documentários em Brasília

Quisera eu ter tempo de ir ao cinema… mas para quem pode, o festival “É tudo verdade” é imperdível.

Cicero Dias, de Vladimir Carvalho. Divulgação.
Cicero Dias, o Compadre de Picasso, de Vladimir Carvalho. Divulgação.

O É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários vai de 5 a 8 de maio no Espaço Itaú de Cinema, com sessões gratuitas. A programação traz a exibição dos filmes vencedores da competição brasileira e da internacional e uma seleção com seis títulos das diversas mostras do festival.“Brasília honra-nos com a mais antiga itinerância do É Tudo Verdade, realizada desta vez com a parceria do Espaço Itaú de Cinema”, afirma o crítico Amir Labaki, criador e diretor do festival. O público brasiliense, segundo Labaki, terá o privilégio de assistir em primeira mão a alguns dos mais instigantes documentários brasileiros e internacionais, antes mesmo da estreia mundial. Será uma rara oportunidade de se manter atualizado, pois a maior parte dos filmes não terá exibição comercial no Brasil.

Um dos destaques da programação, que integra a competição nacional, é o documentário “Cícero Dias, o Compadre de Picasso”, do prestigiado diretor Vladimir Carvalho, que resgata o período em que o pintor pernambucano Cícero Dias (1907-2003) viveu em Paris, durante a ditadura Vargas, onde conheceu e se tornou amigo do catalão Pablo Picasso, exilado do regime franquista.

Gabo la creación de Gabriel Garcia Marquez.
Gabo la creación de Gabriel Garcia Marquez.

Outra ditadura, agora a de 1964, está presente no filme “Lampião da Esquina”, de Lívia
Perez, integrante da mostra O Estado das Coisas, sobre o trabalho de resistência desenvolvido por jornalistas, artistas e intelectuais brasileiros no jornal “O Lampião”, que retratava o ponto de vista dos homossexuais em questões políticas e comportamentais, em pleno regime militar.Integrante da mostra Foco Latino-americano, o documentário “Gabo: a Criação de Gabriel García Márquez”, do britânico Justin Webster, explora a trajetória do escritor colombiano (1927-2014), prêmio Nobel de Literatura, buscando na infância do autor o material que alimentou sua obra premiada.

Um Caso de Família.
Um Caso de Família.


Programação:
05/05 quinta feira – sessão inaugural, aberta ao público
20h30 – mostra COMPETIÇÃO BRASILEIRA – LONGAS / Cícero Dias, o Compadre de Picasso /VLADIMIR CARVALHO /BRASIL / 79min

06/05 sexta feira
16h30 – mostra O ESTADO DAS COISAS / Lampião da Esquina / LÍVIA PEREZ / BRASIL / 82min
18h30 – mostra COMPETIÇÃO BRASILEIRA – LONGAS / Cícero Dias, o Compadre de Picasso /VLADIMIR CARVALHO /BRASIL / 79min
20h30 – VENCEDOR COMPETIÇÃO BRASILEIRA LONGAS OU MÉDIAS METRAGENS / O Futebol / SERGIO OKSMAN / BRASIL, ESPANHA / 70min

07/05 sábado
16h30 – COMPETIÇÃO INTERNACIONAL – LONGAS / Chicago Boys / CAROLA FUENTES, RAFAEL VALDEAVELLANO / CHILE / 96min
18h30 – mostra FOCO LATINO / Gabo: a Criação de Gabriel Gárcia Márquez / JUSTIN WEBSTER /ESPANHA / 90min
20h30 – VENCEDOR COMPETIÇÃO INTERNACIONAL LONGAS / Um Caso de Família / TOM FASSAERT /HOLANDA, BÉLGICA, DINAMARCA /116min
08/05 domingo
16h30 – mostra CINEMA OLYMPIA / CINE OLYMPIA / Os Campeões de Hitler / JEAN-CHRISTOPHE ROSÉ / FRANÇA / 102min
18h30 – mostra O ESTADO DAS COISAS / Lampião da Esquina / LÍVIA PEREZ / BRASIL / 82min
20h30 – mostra O ESTADO DAS COISAS / Atentados: As Faces do Terror / STÉPHANE BENTURA /FRANÇA / 95min

Sinopses:

GABO: A CRIAÇÃO DE GABRIEL GARCÍA MÁRQUEZ
Direção: Justin Webster
Espanha, 90′, 2015, 10 anos
MOSTRA FOCO LATINO-AMERICANO
O documentário do britânico Justin Webster explora os caminhos inseparáveis da vida e da obra do escritor Gabriel García Márquez (1927-2014), especulando como o menino nascido num obscuro vilarejo colombiano, Aracataca, transforma-se em jornalista e escritor vencedor do Nobel de Literatura. Usando suas memórias infantis como matéria-prima de uma sensibilidade mágica, ancorada num constante engajamento político e social, Márquez incendiou a imaginação de milhões de leitores nos quatro cantos do mundo.

OS CAMPEÕES DE HITLER
Direção: Jean-Christophe Rosé
França, 102′, 2015, 12 anos
MOSTRA CINEMA OLYMPIA
Assim que tomaram o poder, os nazistas converteram o esporte num dos mais eficazes
instrumentos de propaganda de seu objetivo de criação de “um novo homem”. Atletas
alemães foram pressionados a quebrar todos os recordes, em nome de anunciar ao mundo a superioridade ariana. O ponto alto seriam as Olimpíadas de Berlim, em 1936, mas ali mesmo a falácia começa a ruir.

LAMPIÃO DA ESQUINA
Direção: Lívia Perez
Brasil-SP, 82′, 2016, 18 anos
MOSTRA O ESTADO DAS COISAS
Inspirado no jornal norte-americano “Gay Sunshine”, surgiu no Brasil, em abril de 1978, em plena ditadura, o jornal “O Lampião”, retratando o ponto de vista dos homossexuais sobre diversas questões, inclusive a sexualidade. Um grupo de jornalistas e escritores do Rio e de São Paulo se uniram em torno do projeto, alimentando uma publicação que abriu caminhos para a imprensa da época, abordando temas polêmicos naqueles dias, como racismo, aborto, drogas e prostituição.

ATENTADOS: AS FACES DO TERROR
Direção: Stéphane Bentura
França, 95′, 2016, 16 anos
MOSTRA O ESTADO DAS COISAS
Buscando compreender as razões que levaram aos atentados contra o semanário “Charlie Hebdo”, o mercado Hyper Cacher, em janeiro de 2015, e a casa de shows Bataclan, em novembro do mesmo ano, examinam-se as trajetórias de alguns de seus perpetradores. Retraçando sua história e ouvindo seus familiares, conhecidos, professores e especialistas, além de recorrer a materiais de arquivo, busca-se identificar os pontos de ruptura que levam à alienação destes renegados da sociedade.

CHICAGO BOYS
Direção: Carola Fuentes, Rafael Valdeavellano
Chile, 96′, 2015, 12 anos
MOSTRA COMPETIÇÃO INTERNACIONAL: LONGAS OU MÉDIAS-METRAGENS
Responsáveis pelo modelo econômico ultraliberal instalado no Chile na ditadura Augusto Pinochet (1973-1990), os chamados “Chicago Boys” – economistas formados na Universidade de Chicago – recontam sua formação. São entrevistados Rolf Lüders e Sergio de Castro, ministros de Pinochet; Ernesto Fontaine, colaborador do regime militar e formador de economistas; Carlos Massad, ex-presidente do Banco Central e ministro do governo Eduardo Frei; e Ricardo Ffrench-Davis, a voz mais crítica sobre as práticas neoliberais no Chile.

CÍCERO DIAS, O COMPADRE DE PICASSO
Direção: Vladimir Carvalho
Brasil-DF, 79′, 2016, 14 anos
MOSTRA COMPETIÇÃO BRASILEIRA: LONGAS OU MÉDIAS-METRAGENS
Pintor pernambucano ligado aos modernistas, Cícero Dias (1907-2003) radicou-se em Paris a partir de 1937, fugindo à perseguição política do Estado Novo. Apesar da distância do país natal, ele nunca perdeu de vista as cores e os sons de sua infância, na casa de Jundiá, mesclando essas raízes com a convivência com nomes de ponta das vanguardas europeias, como Pablo Picasso, Fernand Léger e Joan Miró. Dessa troca de influências, nasceu um pintor de repercussão internacional, que transformou toda sua vivência, inclusive sua reclusão durante a II Guerra, em base de uma arte que atravessa fronteiras.

O FUTEBOL
Direção: Sergio Oksman
Brasil, Espanha, 70’, 2015, Livre
VENCEDOR DA COMPETIÇÃO BRASILEIRA: LONGAS OU MÉDIAS-METRAGENS
Sergio e seu pai, Simão, não se viram ao longo de 20 anos. A realização da Copa de 2014 no Brasil fornece ao filho, que mora na Espanha, um pretexto para conviver algum tempo com o pai, retomando seu antigo hábito de assistirem a jogos juntos, mantido quando o filho era garoto. À medida que ambos se reaproximam, suas conversas os levam ao encontro do passado e das questões deixadas em aberto pela distância. Correndo em paralelo com os jogos da Copa, seus encontros deixam claro que algo escapou do plano inicial. E que esta viagem poderá trazer, mais do que reconciliação, uma exploração em território desconhecido.

UM CASO DE FAMÍLIA
Direção: Tom Fassaert
Holanda, Bélgica, Dinamarca, 116’, 2015, 12 anos
VENCEDOR DA COMPETIÇÃO INTERNACIONAL: LONGAS OU MÉDIAS-METRAGENS
Para o cineasta Tom Fassaert, sua avó paterna, Marianne Hertz, sempre foi um mistério. Ele a conheceu por contatos esparsos e, particularmente, pelas histórias negativas que seu pai, Rob, sempre lhe contou sobre ela – como a de que sua mãe era uma mulher fatal, devoradora de homens, que pôs os filhos num orfanato e abandonou a família para viver na África do Sul. Quando Tom completa 30 anos, recebe um inesperado convite da avó para visitá-la. Decide, então, que esta será uma excelente oportunidade para confrontar os diferentes mitos em torno dela e dar-lhe a chance de contar diante da câmera sua própria versão dos fatos.

O Futebol.
O Futebol.

Serviço: É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários
Data: De 5 a 8 de maio
Local: Espaço Itaú de Cinema – Shopping CasaPark (SGCV, s/n – 3A – Guará)
Entrada franca
97 lugares.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s